Quinta edição do Conexão Cotuca

O grupo que compõe o Conexão Cotuca fez sua primeira renovação em agosto de 2016 e, desde então, busca renovar sua identidade, aprendendo e aprimorando o que havia sido desenvolvido pelos alunos que deram início ao jornal, a maior parte deles se formando neste ano.

Esta nova edição é representativa dessa passagem, dando lugar a novos olhares dos alunos para as questões em que estão envolvidos. Vemos seus incômodos com as pautas nacionais, como nos textos que discutem a PEC 241/55 e a Medida Provisória que reforma do Ensino Médio, além da narrativa da participação no evento “Ni una a menos”, motivado pela recente chacina ocorrida em Campinas. Mas questões mais próximas ao grupo não são menos preocupantes, como mostra o texto sobre o cansaço com os estudos.

Observamos o interesse em ampliar a visibilidade dos eventos que os próprios alunos têm organizado no colégio, como a divulgação dos encontros do grupo “Mente Aberta”. Há também a divulgação de uma das pesquisas de Iniciação Científica desenvolvidas no Cotuca, no texto “O Leitor Cotuca, quem é?”. A retomada do Painel do Leitor apresenta um pouquinho das leituras da bibliotecária do colégio, Marilda Truzzi. Também questões cotidianas pautaram as reflexões, como apresenta o texto “Tão perto e tão longe”, sobre a presença da tecnologia na sociedade. Por fim, o sentimento de despedida do colégio é tratado com muita sensibilidade na crônica “Acabou…”, no tom mais literário desta edição.

Quem tem lido as últimas edições certamente perceberá que a mudança dos autores também traz mudança para as características das publicações, como não poderia deixar de ser. Assim, vamos acompanhando suas evoluções, seus aprendizados e inquietações, além de ampliar nossas percepções de assuntos em que toda a comunidade do Cotuca está envolvida.

Esperamos que apreciem mais esta edição, feita com muita pesquisa, discussão, reunião e trabalho. Boa leitura!

Comente