15 de abril de 2016 em Artística por

1ª Oficina de Cadernos Personalizados

No dia 26 de fevereiro de 2015, a Monitoria de Artes do Cotuca realizou a primeira Oficina de Cadernos Personalizados, nos períodos diurno e noturno. Os alunos levaram alguns materiais, como tesouras, réguas e colas, e contaram com a disponibilidade de mais de 65 imagens para a personalização.

Leia mais

15 de abril de 2016 em Artística por

As Estrelas do Abismo

Perdeu-se nas estrelas ao cair no abismo
Os olhos fixos no céu enquanto caía
Perdeu-se em memórias e delírio
Loucamente abraçando a morte

Em vida, nada além dela teve
Mas ao tê-la de modo definitivo e verdadeiro, admira tamanha sorte
Os olhos continuam fixos nas estrelas, as quais são lindos olhos brancos
Diferem dos de seu amado apenas na cor

Para reencontrá-lo parte
Ao ver o rosto em seus delírios
Plumas surgem no abismo
Um repouso …

Leia mais

18 de novembro de 2015 em Artística por

Véio Chico

Mesmo cos galo a cantá
Ou co sol a se escondê
Véio Chico tava sempre lá
Até que um dia sem nóis sabê
Tiraru ele do lugá
Falanu que era pra mió
Nus fizeru só sofrê

Disseru que ia virá loja
E parque de diversão
Mai aquele monte de cimento
Só trouxe sofrimento
Pros nosso humilde coração
Pois tiraru o fermento
Lá da nossa região

Sem água morreu tudo o gado
Meu único ganha pão
E pro meu grande desagrado,
Cabô até …

Leia mais

18 de novembro de 2015 em Artística por

7 desalentos

Bem aqui na minha terra,
Qui onde a terra rochou
Os hômi tira na marra
A roça de quem ralou
O que conquistei com garra
Tudo isso avoou…
Assim como um carcará

Era “latifundiário”,
Cabra bão esse não é,
Mas no meu imaginário
Há que se sempre tê fé:
Terra pra quem trabáia
E não que o lucro qué;
O meu sonhá é tão grande…

Sete foi aqueles ano
Os ano de muita dô
Que tudo foi pelo cano
E a fome …

Leia mais
1 2